Propagandistas da Indústria farmacêutica em ritmo de novas conquistas

 

A crise que abalou diversos setores da economia passou longe da indústria farmacêutica

Luís Alberto Alves/Comunicação CNTQ

O dream team do setor de propagandistas da indústria farmacêutica teve importante reunião ontem (13) com o presidente da CNTQ (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Químico) e do Sindiquímicos Guarulhos, Antonio Silvan Oliveira. Estiveram presentes ao encontro os presidentes da FIP (Federação Interestadual dos Propagandistas), Luís Marcelo Ferreira; da Feprovenone (Federação dos Sindicatos de Propagandistas, Propagandistas Vendedores e Vendedores de Produtos Farmacêuticos do Norte e Nordeste), Fernando Ferreira de Oliveira; e da Feprop (Federação dos Propagandistas do Rio de Janeiro), Alexsandro Diniz.

 

 

“É um grande avanço dentro da unificação das federações, ao criarmos a secretária nacional da nossa categoria na CNTQ”, disse o presidente da FIP Luis Marcelo. Para o presidente da comissão de negociação da FIP, Roberto Medina, este foi um ótimo passo no fortalecimento de futuras negociações.

“A organização da classe é fundamental para garantir a manutenção de nossos direitos e ampliarmos nossas conquistas”, destacou o presidente da Feprop, Alexsandro Diniz. Na avaliação do presidente da Feprovenone, Fernando Ferreira de Oliveira, “é importante a unidade das lideranças nacionais das federações dos propagandistas da indústria farmacêutica para dialogar com a indústria, estabelecendo nova fase de negociação”.

Na avaliação do presidente da CNTQ, Antonio Silvan Oliveira, após a criação da Secretaria Nacional dos Propagandistas da Indústria Farmacêutica nesta confederação, a categoria entrará numa nova fase, pois representam 90% neste importante ramo.  “São importantes na divulgação de medicamentos junto à classe médica e postos de atendimento. Colaboraram, inclusive, em 2016, para os ótimos resultados conquistados pela Indústria farmacêutica. E na CNTQ, agora estão essas três grandes federações, de imensa representatividade nesse importante mercado”, finalizou.

Setor dribla crise e continua faturando

 

Sindicalistas dos propagandistas da indústria farmacêutica: Roberto Medina (FIP), Alexsandro Diniz (Feprop), Silvan (presidente da CNTQ),Fernando de Oliveira (Feprovenone) e Luis Marcelo (FIP)

A crise que abalou diversos setores da economia passou longe da indústria farmacêutica. Entre abril/2015 e março/2016, cresceu 10%, faturando cerca de R$ 66 bilhões, segundo dados da Interfarma (Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa).

De acordo com a Abradilan (Associação Brasileira de Distribuição e Logística de Produtos Farmacêuticos), os genéricos têm ajudado muito nas vendas do setor.

De janeiro a abril/2016 foram comercializados 304,9 milhões de unidades de remédios, aumento de 21,7% no faturamento e de 16% em medicamentos vendidos comparado com igual período de 2015.

Palavra do Presidente

A Feprop foi constituída como resultado de uma pauta de compromissos assumidos no 1º congresso Nacional dos sindicatos dos Propagandistas e Vendedores de Produtos Farmacêuticos ocorrido em Junho de 2016, na ocasião, além da constituição de nossa Federação foi pont...

ler mais..

Plenária Bimensal Feprop

setembro 25th, 2018 autor

Senador Lindberg Farias se compromete com a pauta dos Propagandistas

setembro 25th, 2018 autor

Federação Premiada na OAB-RJ

setembro 25th, 2018 autor

Indústria Farmacêutica Ética?

agosto 27th, 2018 autor

Feprop- federação dos propagandistas e vendedores de produtos farmacêuticos do estado do Rio de Janeiro – CNPJ 27.219.338/0001-95
Rua Prefeito Moreira Neto, 81 sala 301 Centro – Macaé RJ CEP 27.913-090 - Tel: 22 2772-4850 / 21 97422-0769 (WhatsApp)