Vargas Netto propõe que pauta do sindicalismo seja prática e enxuta

O consultor sindical João Guilherme Vargas Neto defende que o sindicalismo adote uma pauta centrada na geração de emprego e renda. Esse tema volta a ser abordado em seu mais recente artigo “Primeiro Passo”, publicado em diversos sites. Segundo ele, “pra resistir à avalanche, é preciso determinar os pontos firmes de resistência capazes de atender às necessidades imediatas dos empregados e desempregados e de garantir vitórias parciais”.

 

São quatro os pontos que ele alinha: Passe livre para os desempregados nas grandes cidades; Defesa da política de valorização do salário mínimo; Criação de frentes de trabalho com qualificação dos trabalhadores; E retomada das obras paradas e trabalhos de manutenção nas Capitais.

 

Nesta quinta, o consultor se reuniu com a equipe da Agência Sindical, quando falou sobre conjuntura, ação sindical e comunicação. “Temos que atuar no hoje. Não funciona construir coisas pra um dia, uma ocasião, como, por exemplo, um 1º de Maio que iria gerar impacto e mudanças”, argumenta.

Vargas Netto foi, no campo progressista, um dos poucos a chamar atenção para o Programa de Emprego e Renda, anunciado pelo Partido dos Trabalhadores em agosto. Com 12 diretrizes, o chamado PER acabou apagado pelo chamamento “Lula Livre”. Gleisi Hoffman, presidente do PT, em entrevista à Folha de S. Paulo, sexta (22), não menciona o Programa.

 

Grécia – Quanto ao atual governo, João Guilherme Vargas Netto alerta: “Guedes e Cia querem fazer no Brasil o que o FMI fez na Grécia, em 2010”, quando o país afundou. Ele ressalva, no entanto, que, “frente a essa sucessão de medidas e propostas agressivas é até compreensível um grau de atordoamento, como o boxeador no canto do ringue”.

 

Comunicação – O consultor defende fortalecer os meios digitais, frente aos custos de produção e distribuição do impresso. “Penso numa combinação das duas mídias, mas o digital avança rapidamente”, observa.

 

Fonte:  Agência Sindical

Palavra do Presidente

A Feprop foi constituída como resultado de uma pauta de compromissos assumidos no 1º congresso Nacional dos sindicatos dos Propagandistas e Vendedores de Produtos Farmacêuticos ocorrido em Junho de 2016, na ocasião, além da constituição de nossa Federação foi pont...

ler mais..

FEPROP - MP 936

MP 936: Anamatra avalia medida que institui o Programa de Manutenção do Emprego e da Renda

abril 3rd, 2020 autor

O acordo coletivo é fundamental para superar a crise

abril 3rd, 2020 autor

Coronavírus: FEPROP divulga orientações em tempos de pandemia para a categoria

abril 2nd, 2020 autor

Senado aprova auxílio de até R$ 1,5 mil por família durante crise do coronavírus

abril 2nd, 2020 autor

Feprop- federação dos propagandistas e vendedores de produtos farmacêuticos do estado do Rio de Janeiro – CNPJ 27.219.338/0001-95
Rua Prefeito Moreira Neto, 81 sala 301 Centro – Macaé RJ CEP 27.913-090 - Tel: 22 2772-4850 / 21 97422-0769 (WhatsApp)