Trabalho sem carteira e por conta própria bate novos recordes, diz IBGE

Com novo recorde no número de trabalhadores sem carteira e por conta própria, a taxa de desemprego ficou estável no trimestre encerrado em outubro, informou nesta sexta (29) o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Eram 11,9 milhões de trabalhadores sem carteira assinada e 24,4 milhões por conta própria. A taxa de informalidade, que inclui empregados domésticos sem carteira e empregados sem CNPJ ficou em 41,2%, estável em relação ao trimestre anterior.

São 38,8 milhões de trabalhadores nessas condições.

No trimestre encerrado em outubro, a taxa de desemprego foi de 11,6%, contra 11,8% no trimestre imediatamente anterior e 11,7% no mesmo trimestre de 2018. Para o IBGE, o indicador ficou “estatisticamente estável”.

Foram 12,4 milhões de brasileiros procurando emprego no trimestre. Os dados são da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra Domiciliar) Contínua.

Na comparação com o trimestre encerrado em julho, o único setor que ampliou as contratações foi a construção, com crescimento de 3% no número de empregados.

Já na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior, permanecem em alta os setores e transporte (5%) e alimentação (3,9%), que vêm absorvendo informais como motoristas de aplicativos e vendedores de comida na rua.

A população subutilizada —que​ inclui aqueles que procuram emprego, desistiram de procurar ou trabalham menos horas do que gostariam— caiu 3,5%, para 27,1 milhões de pessoas.

De acordo com o IBGE, o rendimento médio do trabalhador brasileiro ficou estável, em R$ 2.317, ou 1,1% acima do registrado no trimestre encerrado em julho.

 

Fonte: Folha de S.Paulo

 

 

Palavra do Presidente

A Feprop foi constituída como resultado de uma pauta de compromissos assumidos no 1º congresso Nacional dos sindicatos dos Propagandistas e Vendedores de Produtos Farmacêuticos ocorrido em Junho de 2016, na ocasião, além da constituição de nossa Federação foi pont...

ler mais..

Relator retira obrigação de imposto sindical da PEC que estipula novas regras para sindicatos

dezembro 13th, 2019 autor

CCJ pode votar na próxima semana PEC que reorganiza modelo sindical

dezembro 13th, 2019 autor

Reforma vai excluir juízes e parlamentares

dezembro 12th, 2019 autor

Proposta de reforma sindical acaba com registro e fiscalização do governo

dezembro 10th, 2019 autor

Feprop- federação dos propagandistas e vendedores de produtos farmacêuticos do estado do Rio de Janeiro – CNPJ 27.219.338/0001-95
Rua Prefeito Moreira Neto, 81 sala 301 Centro – Macaé RJ CEP 27.913-090 - Tel: 22 2772-4850 / 21 97422-0769 (WhatsApp)