Convenção Coletiva dos trabalhadores no Setor Farmacêutico é renovada até 2022

Apesar da conjuntura esmagadora diante da pandemia mundial da Covid19, a Fetquim continuou as negociações da Campanha Salarial 2020 do Setor Farmacêutico com o patronato em reuniões por telefone e via web. O resultado: a manutenção das principais cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) – reconhecidamente como uma das melhores CCTs de todo o País e o reajuste dos salários de 3,31%, que é a inflação acumulada dos últimos 12 meses.

 

A data-base da categoria é dia 1º de abril. O salário normativo (piso) será de R$1.607,79 para empresas com até 100 empregados, e de R$ 1.805,67 a partir de 101 empregados.

 

O pagamento da PLR (Participação nos Lucros e Resultados) corresponderá ao valor de R$ 1.774,43 para empresas com até 100 empregados e de R$ 2.461,94 para empresas a partir de 101 empregados.

 

“Os direitos sociais dos trabalhadores do setor Farmacêutico estão mantidos por mais dois anos graças a um trabalho intenso e exaustivo de negociações entre a Fetquim e os representantes das indústrias farmacêuticas (Sindusfarma)”, explica Airton Cano, coordenador político da Fetquim.

 

Salários superiores a R$ 8.800,00 terão aumento de R$ 291,28.

 

Confira as alterações na CCT

O salário de referência do jovem aprendiz passa a ser a faixa II do salário mínimo estadual. Outra alteração refere-se à homologação de trabalho, que agora o trabalhador pode pedir, por escrito, para que seja feita no Sindicato.

 

Houve ainda a inclusão de um parágrafo, que diz que as normativas da convenção coletiva integram os contratos individuais de trabalho e terão validade por 60 dias do término de sua vigência. Poderão ser prorrogadas por mais 30 dias e somente poderão ser modificadas ou suprimidas mediante negociação coletiva de trabalho.

 

“A nossa convenção coletiva é uma das melhores do país, é uma das que mais protege os trabalhadores e as trabalhadoras do setor farmacêutico, inclusive com cláusulas melhores do que as estabelecidas na CLT”, destaca Arlei Medeiros, diretor da Fetquim e dos Químicos Unificados de Campinas.

 

Confira abaixo alguns exemplos que mostram por quê a CCT dos Farmacêuticos é uma das melhores:

 

Hora extra

 

A CLT prevê o pagamento do adicional de 50%. Já na CCT dos farmacêuticos, as horas extraordinárias prestadas de segunda-feira a sábado serão pagas com acréscimo de 70% e as horas extras prestadas durante o descanso semanal remunerado, dias compensados, ou feriado, serão acrescidas de 110%.

 

Adicional Noturno

O adicional noturno previsto na CCT dos farmacêuticos será de 40% de acréscimo em relação à hora diurna, aplicando-se também aos casos de trabalho noturno em turnos de revezamento. Isto é superior aos 20% previstos na CLT.

 

Licença Maternidade

A CCT dos farmacêuticos prevê licença maternidade de 180 dias, ou seja, 6 meses para a mãe cuidar dela e do bebê. Este é um direito superior ao da CLT, que prevê apenas 120 dias (4 meses).

 

Adoção

A trabalhadora que adotar um filho (a), terá direito à licença maternidade de 120 dias (4 meses). Caso a criança tenha de 13 a 36 meses, terá o adicional de 60 dias de licença, totalizando 180 dias (6 meses).

 

Filhos com necessidades especiais

Se houver gastos com educação especializada para o filho (a) especial, tem direito a receber o reembolso de até 90% do salário normativo vigente ou então o reembolso de até 50% tratamento, assistência ou cuidador.

 

Auxílio Creche

A CCT dos farmacêuticos prevê o reembolso de despesas com creche ou cuidadoras, sendo limitado a até 50% do salário normativo. Lembrando que este benefício se encerra após 30 meses.

 

 

 

Fonte: Mundo Sindical

Palavra do Presidente

A Feprop foi constituída como resultado de uma pauta de compromissos assumidos no 1º congresso Nacional dos sindicatos dos Propagandistas e Vendedores de Produtos Farmacêuticos ocorrido em Junho de 2016, na ocasião, além da constituição de nossa Federação foi pont...

ler mais..

“Acordos chegam ao fim e lei que prorroga corte de salário aguarda sanção há uma semana”

julho 3rd, 2020 autor

Projeto permite recontratação de empregados demitidos durante calamidade pública

julho 2nd, 2020 autor

Pela primeira vez, Brasil tem mais desempregados do que empregados

julho 2nd, 2020 autor
FEPROP - CONTRATAÇÃO

Desemprego sobe para 12,9% em maio e país tem tombo recorde no número de ocupados

julho 1st, 2020 autor

Feprop- federação dos propagandistas e vendedores de produtos farmacêuticos do estado do Rio de Janeiro – CNPJ 27.219.338/0001-95
Rua Prefeito Moreira Neto, 81 sala 301 Centro – Macaé RJ CEP 27.913-090 - Tel: 22 2772-4850 / 21 97422-0769 (WhatsApp)