FEPROP se solidariza com companheiros do Aché, em NOTA DE REPÚDIO

                                                                                                                      

 

                                                                                                                         NOTA DE REPÚDIO

 

A FEPROP – Federação dos Propagandistas e Vendedores de Produtos Farmacêuticos do Estado do Rio de Janeiro – vem por meio desta manifestar o nosso veemente repúdio à atitude da indústria Aché Laboratórios Farmacêuticos em relação à demissão de 188 profissionais, acarretando sérios problemas a essas famílias num momento de pandemia, quando mais de 100 mil brasileiros perderam suas vidas e milhares perderam seus empregos.

Esses trabalhadores foram responsáveis pelo crescimento exponencial do patrimônio da empresa, que foi constituído com o suor e muito sacrifício desses colaboradores, que hoje, em meio a uma crise que em nada afeta a empresa, são entregues à própria sorte. O Aché, sendo uma empresa que opera com responsabilidade pela saúde, deve ao menos se responsabilizar e assegurar os empregos dos seus funcionários, que nesse momento de pandemia serão severamente prejudicados em relação à saúde física, emocional e também na sua dignidade.

Entendemos que tal atitude não possui nenhuma forma constituída de avaliação efetivamente profissional e econômica, já que o Aché está posicionado entre as três maiores corporações farmacêuticas do Brasil, e que tem alcançado lucros exorbitantes, com saúde financeira estável, proveniente do sacrifícios dos trabalhadores, além de empréstimos contraídos no BNDES e no FAT.

Tal atitude por parte da Aché, além de desumana, viola garantias constitucionais, pois a Constituição prima pela função social das empresas, e esse episódio vai de encontro à finalidade de um grupo que valoriza seus empregados. Nas próprias publicações da Aché se observa que os lucros acumulados somam bilhões; todos os anos os propagandistas e vendedores recebem aumentos de suas quotas e, com muita dedicação e profissionalismo, atingem as metas.

Destacamos ainda que o Aché faz parte da lista da justiça do trabalho como uma das empresas que não cumprem a legislação trabalhista, inclusive, com diversas condenações em razão da postura ilegal da empresa.

Finalizamos nossa manifestação de repúdio à desumana atitude gananciosa nos dirigindo aos trabalhadores, reafirmando que o seu sindicato está ao seu lado.

Palavra do Presidente

A Feprop foi constituída como resultado de uma pauta de compromissos assumidos no 1º congresso Nacional dos sindicatos dos Propagandistas e Vendedores de Produtos Farmacêuticos ocorrido em Junho de 2016, na ocasião, além da constituição de nossa Federação foi pont...

ler mais..

Reforma Trabalhista: TRT8 declara violação de princípios no sistema de tarifação

setembro 25th, 2020 autor

Força Sindical intensifica luta pela extensão do Auxilio Emergencial de R$ 600

setembro 25th, 2020 autor

Justiça do Trabalho deve priorizar ações de profissionais de saúde na pandemia, diz corregedor

setembro 24th, 2020 autor

Centrais sindicais reagirão à queda brutal do orçamento da fiscalização trabalhista no governo Bolsonaro

setembro 23rd, 2020 autor

Feprop- federação dos propagandistas e vendedores de produtos farmacêuticos do estado do Rio de Janeiro – CNPJ 27.219.338/0001-95
Rua Prefeito Moreira Neto, 81 sala 301 Centro – Macaé RJ CEP 27.913-090 - Tel: 22 2772-4850 / 21 97422-0769 (WhatsApp)