Centrais Sindicais pressionam Congresso pela manutenção dos R$ 600 para o auxílio emergencial

As Centrais Sindicais estão pressionando o Congresso a manter o valor do auxílio emergencial em R$ 600. O governo Jair Bolsonaro trabalha com um cenário de extensão do benefício até dezembro, por meio da Medida Provisória (MP) 1.000, e deve iniciar os novos pagamentos de R$ 300 no dia 17.

A ideia das centrais é lançar na semana que vem a campanha “#600 pelo Brasil, Bom Para o Cidadão, Para a Economia e Para o Brasil” e pressionar o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a pautar a MP. “Coloca o auxílio emergencial pra votar, Maia!”, diz a campanha segundo o jornal Folha de SP.

O esforço do governo vai no sentido oposto e a luta agora é para que a MP não vá para votação, já que pelo prazo constitucional o texto perderá validade em 120 dias, o suficiente para que as parcelas restantes sejam garantidas no valor reduzido.

Muitos parlamentares da oposição e de centro-direita buscam entendimento para que o texto da MP eleve as parcelas do benefício de R$ 300 para os R$ 600 que estavam valendo até agosto. Os integrantes do programa Bolsa Família serão os primeiros a receberem a nova parcela com o valor reajustado e o público geral ainda não tem data para embolsar o auxílio reduzido.

 

Fonte: Isto É Dinheiro

Palavra do Presidente

A Feprop foi constituída como resultado de uma pauta de compromissos assumidos no 1º congresso Nacional dos sindicatos dos Propagandistas e Vendedores de Produtos Farmacêuticos ocorrido em Junho de 2016, na ocasião, além da constituição de nossa Federação foi pont...

ler mais..

Reforma Trabalhista: TRT8 declara violação de princípios no sistema de tarifação

setembro 25th, 2020 autor

Força Sindical intensifica luta pela extensão do Auxilio Emergencial de R$ 600

setembro 25th, 2020 autor

Justiça do Trabalho deve priorizar ações de profissionais de saúde na pandemia, diz corregedor

setembro 24th, 2020 autor

Centrais sindicais reagirão à queda brutal do orçamento da fiscalização trabalhista no governo Bolsonaro

setembro 23rd, 2020 autor

Feprop- federação dos propagandistas e vendedores de produtos farmacêuticos do estado do Rio de Janeiro – CNPJ 27.219.338/0001-95
Rua Prefeito Moreira Neto, 81 sala 301 Centro – Macaé RJ CEP 27.913-090 - Tel: 22 2772-4850 / 21 97422-0769 (WhatsApp)