Centrais sindicais exigem ‘providências para resguardar Estado de Direito’

O comunicado foi dado após a jornalista Vera Magalhães, colunista do Broadcast Político/Estadão, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, revelar que o presidente Jair Bolsonaro usou a conta pessoal do WhatsApp para divulgar material publicitário conclamando a população a um ato, previsto para 15 de março, contra o Congresso Nacional.

De acordo com o texto, “o presidente ignora a responsabilidade do cargo que ocupa pelo voto e age, deliberadamente, de má-fé, apostando em um golpe contra a democracia, a liberdade, a Constituição, a Nação e as Instituições”.

Segundo a nota, é “urgente” que o Judiciário e o Legislativo “se posicionem e encaminhem as providências legais e necessárias, antes que seja tarde demais”. O texto fala ainda que “não há atitude banal, descuidada e de ‘cunho pessoal’ de um presidente da República. Seus atos devem sempre representar a Nação e, se assim não o fazem, comete crime de responsabilidade com suas consequências”.

O comunicado é assinado pelos presidentes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Sergio Nobre; da Força Sindical, Miguel Torres; da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Ricardo Patah; da Central de Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Adilson Araújo; da Nova Central de Sindical de Trabalhadores (NCST), José Calixto Ramos; e da Central de Sindicatos do Brasil (CSB), Antonio Neto.

 

Fonte; Isto É

Palavra do Presidente

A Feprop foi constituída como resultado de uma pauta de compromissos assumidos no 1º congresso Nacional dos sindicatos dos Propagandistas e Vendedores de Produtos Farmacêuticos ocorrido em Junho de 2016, na ocasião, além da constituição de nossa Federação foi pont...

ler mais..

Sindicatos Finalizam 1ª rodada de pagamentos aos Colegas do Aché no ACT com FEPROP

junho 2nd, 2022 autor

Propagandistas fazem manifestação na sede da Pfizer Brasil

maio 26th, 2022 autor

NOTA DE REPÚDIO FACE DEMISSÃO EM MASSA DOS LABORATÓRIOS PFIZER

maio 21st, 2022 autor

Propagandistas buscam atualização da lei que regulamenta a profissão.

abril 29th, 2022 autor

Feprop- federação dos propagandistas e vendedores de produtos farmacêuticos do estado do Rio de Janeiro – CNPJ 27.219.338/0001-95
Rua Prefeito Moreira Neto, 81 sala 301 Centro – Macaé RJ CEP 27.913-090 - Tel: 22 2772-4850 / 21 97422-0769 (WhatsApp)