Sindicalistas consideram MP com fim do PIS-Pasep mais um retrocesso

João Paulo Ribeiro, dirigente da Fasubra e secretário de Serviços e dos Trabalhadores Públicos da CTB, considerou o fim do PIS-Pasep como um retrocesso. “Demonstra que trabalhadoras e trabalhadores públicos e da iniciativa privada são submetidos à mesma lógica perversa. O propósito é acabar com os fundos de proteção ao trabalho. Servidores não têm FGTS, vão perder uma importante fonte de proteção”, assinalou.

A extinção do programa veio embutida numa Medida Provisória que libera um novo saque extraordinário do FGTS com a justificativa de amortecer os impactos sócio-econômicos da pandemia do coronavírus. Não se trata de dinheiro novo na economia, mas adiantamento de poupança já feita pelos trabalhadores que compromete recursos que estavam vinculados a investimentos.

Já o presidente da CTB, Adilson Araújo, observou “a medida não ataca o centro do problema, que foi agravado agora pelo Covid-19. É preciso em primeiro lugar proteger a vida e a saúde, garantindo aos trabalhadores empregados a manutenção dos empregos e dos salários e uma renda mínima para informais, desempregados, desalentados e necessitados.”

“É também essencial proteger as pequenas e médias empresas, responsáveis por 70% dos empregos no Brasil”, complemetou. “São medidas que até economistas ifluentes outrora identificados como neoliberais como o ex-presidente do Banco Central, Armírio Fraga, estão recomendando. Acima das ideologias, são respostas ditadas pelo bom senso.”


Fonte: Mundo Sindical

Palavra do Presidente

A Feprop foi constituída como resultado de uma pauta de compromissos assumidos no 1º congresso Nacional dos sindicatos dos Propagandistas e Vendedores de Produtos Farmacêuticos ocorrido em Junho de 2016, na ocasião, além da constituição de nossa Federação foi pont...

ler mais..

Nota de pesar

setembro 28th, 2022 autor

SINPRONIG recebe Registro Sindical

setembro 19th, 2022 autor

NOTA DE ESCLARECIMENTO

setembro 2nd, 2022 autor

Sindicatos Finalizam 1ª rodada de pagamentos aos Colegas do Aché no ACT com FEPROP

junho 2nd, 2022 autor

Feprop- federação dos propagandistas e vendedores de produtos farmacêuticos do estado do Rio de Janeiro – CNPJ 27.219.338/0001-95
Rua Prefeito Moreira Neto, 81 sala 301 Centro – Macaé RJ CEP 27.913-090 - Tel: 22 2772-4850 / 21 97422-0769 (WhatsApp)