Pedir a aposentadoria do INSS até o dia 31 garante mais atrasados

O trabalhador perto de se aposentar precisa ficar atento ao calendário para garantir regras mais vantajosas na hora de pedir o benefício.

Em 1º de janeiro de 2021, três regras de transição vão ter exigências mais duras: a por pontos, que garante o benefício por tempo de contribuição; a transição por idade mínima, que também dá direito à aposentadoria por tempo de contribuição; e a da idade mínima para o benefício por idade das mulheres.

No caso de quem já atingiu as exigências mínimas, fazer o pedido o quanto antes garante atrasados maiores. Isso ocorre porque, se o INSS reconhecer o direito, a data inicial da aposentadoria é o dia da solicitação.

Para o trabalhador que já completou o tempo de contribuição, a idade mínima sobe de seis em seis meses a cada ano, até chegar em 62 anos em 2031 (mulheres) e 65 anos em 2027 (homens).

No próximo ano, a mulher precisará ter 57 anos completos e 30 anos de contribuição para se aposentar pela regra de transição da idade mínima. Já o homem terá que ter 62 anos de idade e 35 de contribuição.

A tabela da transição por pontos também vence na virada do ano. Em 2021, a soma da idade com o tempo de contribuição será de 88 pontos (mulheres) e 98 pontos (homens).

A transição do pedágio de 50% não muda, porém, nesta regra, há a incidência do fator previdenciário, que foi atualizado na última semana pelo INSS, levando em conta o aumento da expectativa de vida do brasileiro.

Segundo o advogado João Badari, o segurado terá que trabalhar cerca de dois meses a mais em 2021 para compensar o novo fator previdenciário e manter o mesmo benefício que receberia antes de dezembro.

 

De olho no calendário

O QUE O VALE É A DATA DO AGENDAMENTO DO PEDIDO

Quem perder tempo para agendar, até consegue fazer o pedido no ano que vem e garantir o direito se tiver cumprido os requisitos neste ano, mas vai perder os atrasados

A grana é a diferença retroativa que não foi paga para o beneficiário

O cálculo leva em conta a data do pedido pelo benefício ao INSS até o depósito do primeiro pagamento ao aposentado ​

 

Veja se já pode se aposentar

REGRA DE TRANSIÇÃO POR PONTOS

A tabela de pontuação vence no dia 31 de dezembro de 2020

 

A partir de 1º de janeiro de 2021, a exigência da soma da idade com o tempo de contribuição passa a ser de:

88 pontos para as mulheres

98 pontos para os homens

Exemplo: em 2020 uma mulher com 57 anos de idade e 30 anos de contribuição poderia se aposentar

 

Já em 2021, ela precisa ter, pelo menos, 58 anos de idade e 30 de contribuição

Os pontos sobem todos os anos até o limite de 105, para homens, e 100, para mulheres. Confira abaixo:

Ano       Quantidade de pontos para homens     Quantidade de pontos para mulheres

2020      97           87

2021      98           88

2022      99           89

2023      100         90

2024      101         91

2025      102         92

2026      103         93

2027      104         94

2028      105 (limite)         95

2029      105         96

2030      105         97

2031      105         98

2032      105         99

2033      105         100 (limite)

Professores

Para professores que trabalharam exclusivamente nos ensinos infantil, fundamental ou médio, a pontuação também aumenta a partir de janeiro

83 pontos para mulheres

93 pontos para homens

REGRA DE TRANSIÇÃO DA IDADE MÍNIMA

 

A idade mínima para quem já completou o tempo de contribuição sobe de 6 em 6 meses a cada ano, até chegar em 62 anos em 2031 (mulheres) e 65 anos em 2027 (homens)

Em 2021, a mulher vai precisar ter 57 anos de idade e 30 anos de contribuição

Já para os homens serão exigidos 62 anos de idade, com o mínimo de 35 anos de contribuição

Idade mínima para se aposentar

Ano       Homem               Mulher

2021      62           57

2022      62,6       57,6

2023      63           58

2024      63,6       58,6

2025      64           59

2026      64,6       59,6

2027      65           60

2028      65           60,6

2029      65           61

2030      65           61,6

2031      65           62

Para professores, há uma redução de 5 anos

A idade também vai aumentando 6 meses a cada ano, até chegar em 60 para os dois

 

Em 2021 ((destacar)) será exigido:

52 anos, no caso das mulheres

57 anos, no caso dos homens

APOSENTADORIA DA MULHER POR IDADE NA REGRA DE TRANSIÇÃO

 

Em 2021, as mulheres terão que completar 61 anos para poder pedir a aposentadoria por idade

Quem faz aniversário no segundo semestre, precisa esperar um pouco mais, pois se a mulher completa 60 anos em julho de 2021, por exemplo, ela só terá 61 anos em janeiro de 2022

Porém, nesta data, a idade mínima aumentará para 61 anos e 6 meses

Novo fator previdenciário

Quem pretende se aposentar pela regra de transição do Pedágio de 50% terá que trabalhar dois meses a mais de 2021

A regra é uma opção para se aposentar sem idade mínima, contanto que o segurado cumpra o pedágio de 50% sobre o tempo restante

Porém, nessa regra existe a incidência do fator previdenciário – fórmula aplicada à aposentadoria que desconta parte do valor do benefício para indivíduos que queiram se aposentar mais cedo

Na semana passada, o INSS divulgou a nova tabela de fator previdenciário, considerando que a expectativa de vida do brasileiro subiu

Para compensar no fator previdenciário e manter o mesmo benefício que receberia antes de dezembro de 2020 será preciso contribuir por mais alguns meses

 

Fonte: Folha de S.Paulo

Palavra do Presidente

A Feprop foi constituída como resultado de uma pauta de compromissos assumidos no 1º congresso Nacional dos sindicatos dos Propagandistas e Vendedores de Produtos Farmacêuticos ocorrido em Junho de 2016, na ocasião, além da constituição de nossa Federação foi pont...

ler mais..

FEPROP E FORÇA SINDICAL NACIONAL

novembro 30th, 2021 autor

FEPROP NA DEFESA DOS DIRIGENTES SINDICAIS DEMITIDOS PELO LABORATÓRIO SANOFI

novembro 30th, 2021 autor

CONGRESSO FEPROP 2021

novembro 30th, 2021 autor

Congresso Feprop Confirmado

novembro 8th, 2021 autor

Feprop- federação dos propagandistas e vendedores de produtos farmacêuticos do estado do Rio de Janeiro – CNPJ 27.219.338/0001-95
Rua Prefeito Moreira Neto, 81 sala 301 Centro – Macaé RJ CEP 27.913-090 - Tel: 22 2772-4850 / 21 97422-0769 (WhatsApp)