CONGRESSO FEPROP 2021

Entre os dias 24 e 26 de novembro de 2021 ocorreu o congresso FEPROP 2021 com o tema: Evolução sindical no hotel Vilarejo Em Rio das Ostras/RJ.

             O Congresso contou com importantes nomes do sindicalismo nacional, Deputado Federal, representantes do judiciário e professores de Direito para que cada congressista pudesse estar preparado para os desafios que a FEPROP desempenhará a curto, médio e longo prazo.

            Já na abertura, onde formaram a mesa o presidente da CNTQ Antônio Silvan, presidente da federação dos químicos Isaac Wallace, presidente da Força Sindical Carlos Fidalgo, representante da associação dos juízes do trabalho o excelentíssimo juiz Dr. Marcel Bispo, Presidente da FEPROVENONE Dr. Adriano Hora, representante do fórum intersindical  José Juvino da Silva, representado a trabalhadora brasileira também compôs a mesa a diretora da FEPROP e diretora do SINPROFULF companheira Sandra Castilho e o presidente do sindicato dos metalúrgicos Marquinho Lagos.

             

             O Congresso foi organizado com o mais rigoroso processo dos protocolos de segurança, todos os congressistas e convidados estavam com as duas doses da vacina contra a Covid-19, no check-in todos foram encaminhados a fazer teste rápido de Covid-19 com o apoio da prefeitura municipal de Rio das Ostras que tem como atual prefeito um profissional da área de saúde, o farmacêutico Dr. Marcelino Borba a quem a categoria agradece o apoio, e mesmo com todos os cuidados citados todos usaram máscaras.

 

                      A Primeira prelação ocorreu no dia 24 com o excelentíssimo juiz Dr. Marcel Bispo que representou a associação dos magistrados da justiça do trabalho com o tema: A importância da atuação dos sindicatos no equilíbrio das relações capital x trabalho, sua preleção foi muito enriquecedora e além de tirar muitas dúvidas dos congressistas nos possibilitou um entendimento para nossas ações de curto e médio prazo.

 

          No segundo dia do congresso a abertura foi feita pelo assessor jurídico da FEPROP o Dr. Alexsandro Santos que fez um overview sobre as ações de negociações com os seguintes laboratórios: Aché, Abbott, Pfizer, MSD, Torrent, EMS e Eurofarma, além da negociação com o SINDROMED que vinha sendo assinando CCT com sindicato sem representação de base estadual e ainda negociações de pacificação de conflito entre entes sindicais.

                 

                    Ainda na mesma manhã tivemos uma preleção telepresencial de muito impacto para todos os congressistas com o também membro da associação da magistratura do trabalho, o excelentíssimo juiz corregedor Dr. Marcelo Segal com o tema: Estabilidade de dirigente sindical e de cooperativa, que além de esclarecer meios de defender o Direito constitucional da estabilidade do dirigente sindical também falou da estabilidade do dirigente de cooperativa, mas alertou sobre o perigo no desvio da finalidade de muitas cooperativas que tem como único objetivo a obtenção da estabilidade para o trabalhador o que configura uma fraude.

              Na parte da tarde do segundo dia do congresso tivemos ainda outras duas preleções de muita importância, a primeira com a Professora Doutora Rosana Antunes que é coordenadora do curso de Direito da faculdade Lusófona do Rio de Janeiro e com o Dr. Denis Ribeiro delegado aposentado da Polícia Federal com mestrado e doutorando em Direito.

                      A Mestra e doutoranda em Direito a Dra. Rosana Antunes destacou em sua preleção o tema: Sindicalismo Pós reforma de 2017. Além de destacar diversos pontos de prejuízo para a classe trabalhadora também apontou o desmonte provocado pela reforma contra os sindicatos que são a última linha de defesa dos trabalhadores expondo toda a fragilidade que os trabalhadores passaram a conviver como consequência da reforma, mas também apontou oportunidades para o trabalho ainda mais efetivo dos sindicatos, o que também nos preparou para os trabalhos futuros.

                 A última preleção do segundo dia do congresso foi com o Dr. Denis Ribeiro que com o tema provocativo: Propaganda Criminosa, fez um paralelo da RDC 96/08 com o CDC e o CPB após a exibição da matéria jornalística que apontavam irregularidades da indústria farmacêutica com a classe médica e como a categoria fica exposta aos de práticas erradas incentivadas pelos superiores, pois como concluiu, as empresas fazem cursos de compliance e assim buscam se eximir de qualquer responsabilidade deixando o trabalhador totalmente responsável por qualquer irregularidade cometida mesmo quando feita com o consentimento e investimento de seus superiores, ou seja, quem comete crime é CPF e não CNPJ, deixou o alerta. 

 

                O Encerramento do segundo dia do congresso foi feito com uma participação mais que especial do deputado federal Paulo Ramos (PDT), que em sua fala, além de parabenizar a federação pelo congresso fez um apanhado histórico que nos levou ao terrível momento que nossa sociedade vive, apresentou como única alternativa a união de toda sociedade e dos partidos políticos progressistas para que vençamos essa aberração histórica que elegemos, assim como fez a Argentina e Portugal, pois o fenômeno mundial da ascensão da extrema direita tem sido vencido pela união de partidos progressistas, deixar de lado as mágoas e divergências pelo bem maior de nosso País, ponderou o deputado.

 

 

                O Terceiro e último dia do congresso foi para a conclusão de tudo que nos foi ensinado, de como a federação deverá atuar diante de tudo que fora discutido nas preleções e o planejamento de ações em defesa da categoria e dos sindicatos, sendo finalizada com a AGE anual e a entrega dos certificados.

 

                   A repercussão do congresso foi extremamente positiva tanto pelos congressistas como pelos convidados.                       Abaixo matéria publicada pela associação da magistratura do trabalho sobre o congresso FEPROP 2021.

https://www.amatra1.org.br/noticias/?marcel-bispo-e-marcelo-segal-participam-de-congresso-sobre-evolucao-sindical

 

 

 

Por Alexsandro Diniz

Palavra do Presidente

A Feprop foi constituída como resultado de uma pauta de compromissos assumidos no 1º congresso Nacional dos sindicatos dos Propagandistas e Vendedores de Produtos Farmacêuticos ocorrido em Junho de 2016, na ocasião, além da constituição de nossa Federação foi pont...

ler mais..

Sindicatos Finalizam 1ª rodada de pagamentos aos Colegas do Aché no ACT com FEPROP

junho 2nd, 2022 autor

Propagandistas fazem manifestação na sede da Pfizer Brasil

maio 26th, 2022 autor

NOTA DE REPÚDIO FACE DEMISSÃO EM MASSA DOS LABORATÓRIOS PFIZER

maio 21st, 2022 autor

Propagandistas buscam atualização da lei que regulamenta a profissão.

abril 29th, 2022 autor

Feprop- federação dos propagandistas e vendedores de produtos farmacêuticos do estado do Rio de Janeiro – CNPJ 27.219.338/0001-95
Rua Prefeito Moreira Neto, 81 sala 301 Centro – Macaé RJ CEP 27.913-090 - Tel: 22 2772-4850 / 21 97422-0769 (WhatsApp)