O Empoderamento das Mulheres

A presidente do sindicato dos brinquedos do estado de São Paulo e reeleita Secretária de Políticas para Mulheres e Gênero Maria Auxiliadora dos Santos concedeu entrevista à FEPROP no dia 08/12/2021.

FEPROP– Em primeiro lugar a FEPROP quer saudar a todas as trabalhadoras do Brasil e te parabenizar por mais este mandato a frente da secretaria nacional de políticas para as mulheres e agora também de gênero.

Mª Auxiliadora– Muito Obrigada Diniz, estamos vivendo um momento histórico de retrocessos nos espaços de lutas conquistados pelas mulheres pela influência do atual presidente da república que apóia publicamente a discriminação salarial entre homens e mulheres.

FEPROP– Numa sociedade de formação patriarcal e de tanto preconceito contra as mulheres como, na sua visão, o movimento sindical pode ajudar no empoderamento das mulheres?

Mª Auxiliadora- Diniz me responda, qual o percenrual de trabalhadores e trabalhadoras na categoria dos propagandistas e vendedores de produtos farmacêuticos atualmente e qual o percentual de mulheres nas diretorias dos sindicatos?

FEPROP– Já foi muito diferente, hoje as mulheres conquistaram importate espaço na categoria, na propaganda médica estimo algo próximo de 50%, na parte de vendas bem menos e nas diretorias dos sindicatos da categoria algo em torno de 20%.

Mª Auxiliadora- No estado do Rio de Janeiro quantas companheiras ocupam a presidência de sindicatos da categoria?

FEPROP- Nunhum e nunca houve.

Mª Auxiliadora- Então a resposta está aí, os sindicatos precisam abrir espaço em seus quadros diretivos para que as mulheres ocupem cargos nos sindicatos e também compreendam que as mulheres têm tripla jornada de trabalho, além de trabalharem em suas empresas, quando não conseguem liberação para atividade exclusiva sindical, são donas de casa, mães e ainda existe a luta sindical. Mas também digo às companheiras, abracem essas oportunidades, a história da humanidade foi escrita também com mãos femininas e a luta de classe sem as mulheres perde força, expressão e representatividade. A FEPROP tem um dever de casa, conversar com os presidentes dos sindicatos para identificarem potenciais companheiras para liderarem alguns sindicatos no Rio também, ninguém aprende sindicalismo na escola nem em faculdade, aprendemos na luta diária, mas vocês precisam investir nas companheiras.

FEPROP- Dever de casa anotado, estará na pauta das discussões com os presidentes de sindicatos filiados à FEPROP, concordamos com a importância das mulheres na luta de classe e na construção de uma sociedade mais junta e fraterna. A FEPROP agradeço seu tempo e suas palavras e aguardamos as ações de sua secretaria que certamente contará com a participação no Rio de Janeiro das companheiras de nossa categoria.

Mª Auximiadora – Eu que agradeço o espaço para discutir essa pauta tão importante, a categoria de vocês poderão sempre contar com o apoio da Força Sindical e da secretaria nacional das Mulheres.

 

 

Por Diniz

 

 

 

Palavra do Presidente

A Feprop foi constituída como resultado de uma pauta de compromissos assumidos no 1º congresso Nacional dos sindicatos dos Propagandistas e Vendedores de Produtos Farmacêuticos ocorrido em Junho de 2016, na ocasião, além da constituição de nossa Federação foi pont...

ler mais..

Nota de pesar

setembro 28th, 2022 autor

SINPRONIG recebe Registro Sindical

setembro 19th, 2022 autor

NOTA DE ESCLARECIMENTO

setembro 2nd, 2022 autor

Sindicatos Finalizam 1ª rodada de pagamentos aos Colegas do Aché no ACT com FEPROP

junho 2nd, 2022 autor

Feprop- federação dos propagandistas e vendedores de produtos farmacêuticos do estado do Rio de Janeiro – CNPJ 27.219.338/0001-95
Rua Prefeito Moreira Neto, 81 sala 301 Centro – Macaé RJ CEP 27.913-090 - Tel: 22 2772-4850 / 21 97422-0769 (WhatsApp)